Contestação da concessão da CEASA-

 

· 30.08.2016
 

   A Associação dos Usuários da Ceasa Ceará (Assucece), entidade que representa os permissionários do entreposto, e a Associação dos Servidores da Ceasa Ceará (Ascece) elaboraram um documento com questionamentos à possível concessão das unidades de Maracanaú, Barbalha e Tianguá da Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa).

    O objetivo do documento é colocar em discussão os eventuais impactos da concessão à iniciativa privada das unidades, anunciada no último dia 26 pelo governo do Estado, juntamente com outros nove ativos, como um dos equipamentos prioritários no processo.

   As entidades temem que a Ceasa seja extinta se for concedida, embora o Executivo estadual não tenha mencionado isso. “Uma consequência imediata seria o caos no abastecimento, pois a Ceasa Maracanaú representa uma oferta de 600 mil toneladas/ano de frutas e hortaliças. Ou seja, 50 mil toneladas/mês ou 12 mil toneladas/semana ou 6 mil toneladas/dia forte (são dois por semana), respondendo por 2/3 do abastecimento de frutas e hortaliças”, destacam Assucece e Ascece no documento.

Otimização

   Dentre os aspectos específicos da concessão da Ceasa almejados pelo Executivo estadual, está a otimização do espaço das lojas, da gestão do estacionamento e da distribuição de alimentos. O governador Camilo Santana, ao anunciar o pacote de concessões na semana passada, salientou que ainda não há um ultimato sobre quais equipamentos serão concedidos.

PUBLICADO – CADERNO DE NEGÓCIOS DIÁRIO DO NORDESTE – EDIÇÃO 30/08/2016

Para maiores informações entre em contato com a  Assucece – CEASA -CE – ou através do endereço abaixo:

https://boxceasadigital.com.br/contato/

foto ceasa frente_cE

Novo Estacionamento

Entreposto de Maracanaú terá novo estacionamento

        Melhorar a acessibilidade no entreposto, disponibilizar mais vagas para clientes e organizar o fluxo de veículos, são benefícios que devem surgir após a conclusão da obra do estacionamento exclusivo para comerciantes da Ceasa Maracanaú. A área de 28 mil
metros quadrados comportará 1.062 veículos de passeio.
O processo ainda está na fase de limpeza do terreno e pesquisa de preços, só depois será publicada a licitação.
No entanto, o presidente da Ceasa, Clóvis Lima, ressalta que o projeto será
executado e concluído durante este semestre.
Clóvis Lima afirma que a construção de uma nova área de estacionamento é uma solicitação dos permissionários.“O entreposto de Maracanaú cresce a cada dia e novas vagas para os veículos devem gerar inúmero benefícios. Espero que esta obra seja concluída no próximo semestre”, frisa.

Diretor Presidente: Clóvis Lima Ferreira
Edição e Redação: Karla Camila Sousa

Noticia : jornal da Ceasa Ceará – O Mercado editado mês Agosto 2016

área no novo estacionamento
Área do Novo Estacionamento